A gaúcha Melanie Fronckowiak estreia na televisão como Carla, uma adolescente de 17 anos na novela “Rebelde”, da Record. Em conversa com o TE CONTEI, Mel conta os detalhes de sua personagem, que sofre de bulimia e anorexia, e diz que a genética sempre a favoreceu.

Aos 23 anos e com um corpo escultural, Mel fala que a questão da diferença de idade e corpo entre ela e sua personagem é a única que ela tenta resolver.

O que a gente consegue fazer é maquiar isso de certa forma, com o figurino, cabelo, maquiagem e com a interpretação. Acho que no momento que você consegue lembrar que tem 17 anos e trazer esse sentimento, o corpo não é o que mais grita. É lógico que existem diferenças. Com 17 anos eu era mais magra, não tinha tanto corpo, mas acredito que isso não seja a minha maior dificuldade.

Por sorte, a genética ajudou a moça a não lutar contra a balança.

Não sofri distúrbios alimentares. A genética me ajudou, porque comia muito e não engordava. Lógico que hoje não tem genética que aguente uma péssima alimentação. Então hoje, por mais que eu tenha uma genética que ache favorável, a minha alimentação é sem neurose – comemora.

mel-fronckowiak2

A atriz conta que foi uma longa jornada até conseguir o papel para o folhetim da Record.

Foi um processo de testes demoradíssimo. Cerca de 600 pessoas foram testadas. Cheguei a fazer três vezes o teste e vinha e voltava de São Paulo direto” – lembra, que grava a novela no Rio de Janeiro.

Ela ainda fala que a preocupação da Record era escolher os seis personagens principais e depois encaixá-los nos devidos papeis.

Lembro que só depois que a gente assinou o contrato é que fomos saber qual papel faríamos” – completa.

Antes de se mudar para o Rio, Mel dividia um apartamento com algumas modelos.

Quando fui morar em São Paulo para trabalhar como modelo aos 19 anos, convivi com meninas que tinham distúrbios alimentares. Costumo dizer que a bulimia e a anorexia não têm sintoma, você não sabe muito bem o que a pessoa tem. Você só vai percebendo que a pessoa está doente”.

mel-fronckowiak3

Mel se nega a dizer que tenha se inspirado em alguma de suas ex-colegas para viver a personagem Carla.

Cheguei a visitar um hospital em São Paulo com meninas em estado de bulimia aguda. Além disso, fiz uma pesquisa bem ampla na internet, porque queria ter um acesso ao que os jovens que estão nos assistindo têm, porque essa juventude é muito virtual. Também conversei com algumas pessoas e comecei a entender o que elas sentiam, o que tem dentro delas, o que leva essas pessoas a ter esse tipo de comportamento” – relata.

Ela ainda comenta preocupada:

“Hoje, estudando a fundo as pessoas com esse tipo de doença, e lendo sobre isso que eu fui perceber que na época que eu morava em São Paulo alguns comportamentos de meninas que dividiam apartamento comigo eram de bulimia e anorexia. Chega a ser engraçado isso, porque passou batido. E hoje entendo porque elas comiam e depois iam para o banheiro. É uma doença silenciosa. Por isso, acho importante a novela retratar isso”.

A morena finaliza dizendo que sente uma certa responsabilidade por mostrar a verdade para as pessoas.

Há um medo, porque preciso convencer no papel tentando esclarecer o assunto. A novela ‘Rebelde’ não fala só para os jovens, fala para os pais também, o núcleo familiar desses jovens. E tenta levar uma ajuda para essas pessoas de alguma maneira. Então, há a responsabilidade de levar a verdade”.

Matéria feita para o site TE CONTEI.