O que você come influencia mais na aparência dos seus fios do que você imagina. A nutricionista Anita Sachs, professora do departamento de medicina preventiva da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), explica que o ideal é equilibrar os grandes grupos de alimentos como a proteína, carboidratos e gordura.

Para deixá-los ainda mais saudáveis, resistentes e brilhantes, veja os alimentos que não podem faltar no seu prato.

– A qualidade do que comemos está diretamente relacionada ao aspecto dos fios. Quem passa da quantidade de gorduras, açúcares e produtos industrializados costuma ficar com as mechas sem brilho, enfraquecidas e sem volume.

Sardinha na Brasa da Gruta de Santo Antônio
Sardinha na Brasa da Gruta de Santo Antônio Foto: Divulgação

Carnes

As carnes bovina ou suína, peixe e frango são fartos de proteína, principal nutriente que compõe a fibra capilar. Quanto mais consumir esses alimentos, o crescimento das mechas é favorecido. Porém, as carnes vermelhas costumam ter altas doses de gordura. Consuma todos os dias, mas sem exagero, e alterne com carnes brancas.

Nozes e Castanhas-do-Pará
Nozes e Castanhas-do-Pará Foto: Gustavo Stephan

Frutas oleaginosas

As castanhas, nozes e amêndoas são ricas em ácidos graxos (os ômegas 3, 6, 9, as chamadas “gorduras boas”), agem no processo de queratinização do cabelo. A nutricionista funcional Daniela Jobst ressalva que elas são muito calóricas, exigindo atenção na dose. O uso recomendado são de três nozes ou cinco amêndoas.

Shiitake
Shiitake Foto: Terceiro / Agência O Globo

Shiitake

Esse tipo de cogumelo tem grande quantidade de cobre, mineral que atual na formação de colágeno e da elástina, que também é encontrado em frutos do mar. Consuma 100 gramas de shiitake cozido para fortalecer e dar elasticidade aos fios.

Cenoura

Além de ser fonte de vitamina A, regula a produção sebácea, reduz a oleosidade no couro cabeludo e contribui para o brilho e a maciez. Daniela Jobst alerta que a falta de betacaroteno está ligada à descamação do couro cabeludo, o que favorece a queda dos fios.

Risoto com feijão rajado, linguiça toscana e vinho tinto do Gero
Risoto com feijão rajado, linguiça toscana e vinho tinto do Gero Foto: Divulgação

Feijão

Feijão contém ferro, e, a falta desse elemento, leva à queda de cabelo. O consumo recomendado são duas colheres de sopa por dia.

Salada de Ovos
Salada de Ovos Foto: Camilla Maia / Ag O Globo

Ovo

Coma pelo menos um ovo por dia. Além do alto valor proteico, também tem boa concentração de biotina, substância que está associada ao crescimento do cabelo. Mas lembre-se de que o consumo exagerado pode elevar o colesterol.

Azedinho de frutas vermelhas da Pousada Alcobaca, em Correas
Azedinho de frutas vermelhas da Pousada Alcobaca, em Correas Foto: Rodrigo Azevedo

Frutas vermelhas

Presentes na amora, na framboesa e no morango, os antioxidantes combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce dos fios. Ainda favorecem a microcirculação no couro cabeludo. Daniela Jobst recomenda uma xícara de chá de uma das três frutas por dia. “A vitamina C encontrada nessas frutas está ligada também à hidratação e prevenção de quedas”, alerta a profissional.

Os pães ômega-3, feito a partir da mistura da linhaça com as farinhas de trigo, centeio, aveia e gérmen de trigo, da Escola do Pão
Os pães ômega-3, feito a partir da mistura da linhaça com as farinhas de trigo, centeio, aveia e gérmen de trigo, da Escola do Pão Foto: Bia Guedes

Cereais integrais

Arroz, gérmen de trigo e aveia fazem parte desse grupo, que contêm grande concentração de zinco – elemento associado ao controle da oleosidade e à renovação celular e, portanto, à renovação dos fios.