Não adianta negar, o loiro nunca sai de moda, não é mesmo?! E quando se fala de loiros, a variedade é bem grande. Pode ser dourado, platinado, acinzentado e por aí vai. Para quem pretende mudar o visual, a color specialist Tánah Yori dá algumas dicas.

Em caso de dúvida sobre qual loiro combina com cada tom de pele, Tánah prefere apostar em tonalidades como o dourado para peles mais frias. “Mas isso não é um padrão, pois o loiro está mais relacionado ao estilo do que a um padrão de pele x tonalidade. Então, na dúvida aposte nos tons beges, eles agradam no geral!”, garante a especialista.

Não é fácil ter cabelos loiros, pois fica mais aparente a hora de retocar. Esse intervalo varia do tipo de serviço que cada loiro foi produzido. “A coloração ideal é o intervalo de 15 a 30 dias para cada retoque. Mechas são três meses”, diz Tánah.

A transformação para o loiro requer muitos cuidados. Há casos em que a pessoa quer ficar loira, mas não consegue o tom desejado através da coloração. Quem gosta de efeitos especiais de loiros ou quer mudar trocando a cor escura pela mais clara, por exemplo, deve reconstruir e nutrir antes e durante a descoloração, indica a colorista.

Na dúvida de tanta opção de loiro, fica até difícil escolher. “Aqui no studio trabalho com uma versão personalizada de efeitos loiros, então não tem como saber qual loiro sai mais”, brinca Tánah. “Varia muito, pois cada cliente é diferenciado. E o loiro é personalidade, não tem como padronizar”, completou.

Algumas rotinas de cuidados são indispensáveis para tratar as madeixas, como por exemplo, o uso de bons xampus e condicionadores, além de protetores térmicos. Também é importante realizar um tratamento com máscara indicado pelo seu cabeleireiro, pelo menos uma vez por semana, e ir ao salão ao menos uma vez por mês para tratamentos especiais. Para finalizar, a especialista aposta no loiro bege para o verão 2017!