Já imaginou um final diferente para a clássica história da Branca de Neve e os Sete Anões? É isso que “Branca de Neve e Zangado” traz para o público a partir de 21 de janeiro, no Teatro Frei Caneca. O espetáculo tem Juliana Baroni no papel principal – e também como produtora – e ainda marca sua estreia no teatro infantil. Já para Mira Haar, o projeto é retorno aos palcos como diretora, depois do estrondoso sucesso de Castelo Rá-Tim-Bum. As duas, que estiveram no elenco de Cúmplices de um Resgate, também convidaram para o projeto outros atores da novela infantil do SBT: Giovanni Venturini (como Zangado), Tania Bondezan (como Rainha Má), Murilo Meola (como Caçador e Rei) e Thiago Amaral (como Espelho e Príncipe). Danielle Di Donato, a única do elenco que não é de “Cúmplices”, assume o papel da Feiticeira.

A ideia da peça surgiu de conversas entre Juliana e Mira. A ligação das duas despertou a vontade de continuarem trabalhando para crianças. Foi então que surgiu a o projeto, que deu ao clássico Branca de Neve uma releitura escrita por Eduardo Moreira, escritor, empresário e também marido de Juliana. “Depois da surpresa do meu livro Encantadores de Vidas ter se tornado o livro mais vendido do país, resolvi me aventurar como roteirista e me formei na Academia de Cinema de Nova York. Foi, então, que resolvi presentear a Juliana com esse texto, e usei como referência as minhas muitas memórias infantis como, por exemplo, o filme Os Saltimbancos Trapalhões (1981)”, revela o autor.

“Sempre tive uma ligação muito forte com o público infantil, mas é a primeira vez que faço um espetáculo para os pequenos. A nossa Branca de Neve tem uma veia cômica, foge do esteriótipo da princesa clássica, e posso adiantar que teremos um final emocionante e surpreendente”, conta Juliana Baroni.

Apesar de inspirado no clássico conto dos Irmãos Grimm, o espetáculo aponta novos caminhos para os personagens e o único anão que aparece em cena é o Zangado. A montagem é cheia de humor, mas também aborda assuntos como o respeito às diferenças.

Para crianças e adultos

Apesar de não dirigir um espetáculo infantil desde que levou para os palcos a versão teatral de Castelo Rá-Tim-Bum, Mira Haar nunca deixou de estar próxima das crianças. Além da novela, ela também já assinou figurinos para montagem focada nesse público. “Sou avó, mãe, fui professora por anos, então, estou habituada com a linguagem infantil e sei me comunicar com eles”, afirma a diretora.

Mira disse que como esse texto foge dos clássicos, optou por uma direção calcada no teatro tradicional, focada no trabalho de interpretação dos atores, com figurinos, cenário e iluminação bem elaborados. “Estou também trabalhando toda a carpintaria teatral ao vivo. Todo elenco fica no palco o tempo inteiro e o público acompanha as mudanças de figurino e cenário feitas pelos próprios atores”, explica.

A peça também tem trilha composta especialmente para ela. Mira afirma que a música tem um papel importante, mas a montagem não é um musical e, sim, um teatro musicado.

“Branca de Neve e Zangado”

Temporada: 21 de janeiro a 12 de março
Horários: sábados e domingos, às 15h
Duração: 1 hora e 10 minutos
Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)
Local: Teatro Frei Caneca – R. Frei Caneca, 569, 7º andar
Censura: livre
Telefones: (11) 3472-2229 / 3472-2230 / 3472-2226
Capacidade: 600 lugares